O medidor de vibração é uma ferramenta crucial para avaliar e monitorar a vibração em máquinas e estruturas. Ele detecta oscilações indesejadas que podem indicar desgaste, desalinhamento ou outros problemas mecânicos. Equipamentos como motores, compressores e turbinas são suscetíveis a vibrações, e o uso de um medidor especializado pode prevenir danos sérios.

Aplicações Práticas para o Medidor de Vibração

O medidor de vibração tem uma ampla gama de aplicações práticas, incluindo:

  • Manutenção preditiva: Uma das principais aplicações do medidor de vibração é na manutenção preditiva. Ao monitorar continuamente a vibração de equipamentos, é possível identificar padrões e tendências, permitindo a intervenção antes que ocorra uma falha. Isso reduz os custos de manutenção e aumenta a vida útil dos equipamentos.

  • Qualidade do produto: Em processos de produção, especialmente na indústria automotiva e de manufatura, a qualidade do produto final está diretamente ligada à precisão das máquinas. Medidores de vibração garantem que os equipamentos estejam operando dentro dos parâmetros aceitáveis, evitando defeitos e aumentando a eficiência.

  • Segurança: A vibração excessiva não apenas compromete a eficiência e a qualidade, mas também representa um risco de segurança. Equipamentos desequilibrados ou com problemas estruturais podem causar acidentes graves. O medidor de vibração atua como um aliado na prevenção de incidentes, alertando para condições potencialmente perigosas.

Benefícios do Uso do Medidor de Vibração

O uso do medidor de vibração traz uma série de benefícios para as empresas, incluindo:

  • Aumento da eficiência: Identificar e corrigir problemas de vibração melhora a eficiência operacional, reduzindo o tempo de inatividade não planejado.
  • Economia de custos: A manutenção preditiva baseada em dados de vibração permite reparos antes que ocorram falhas catastróficas, economizando em custos de reparo e substituição.
  • Proteção ambiental: Equipamentos mais eficientes consomem menos energia, contribuindo para práticas sustentáveis e reduzindo a pegada de carbono.
  • Aumento da vida útil dos equipamentos: A detecção precoce de problemas mecânicos prolonga a vida útil dos equipamentos, evitando danos irreversíveis.

Variedades de Medidores de Vibração

Diversos tipos de medidores de vibração estão disponíveis no mercado, destacando-se:

a) Medidores portáteis: Ideais para tarefas de manutenção de rotina, permitem uma verificação rápida da vibração em diversas máquinas.

b) Medidores online: Instalados permanentemente em máquinas, fornecem monitoramento contínuo da vibração, possibilitando uma manutenção preditiva mais precisa.

c) Medidores sem fio: Proporcionam maior flexibilidade, permitindo o monitoramento remoto da vibração por meio de dispositivos móveis ou computadores.

d) Analisadores de vibração: Coletam dados de vibração e analisam a vibração sendo possível diagnosticar as falhas precoces.

o-que-e-um-medidor-de-vibração---pacifco

Escolha do Medidor de Vibração ou Analisador de Vibração: Aspectos Cruciais

Ao escolher um medidor de vibração, é essencial considerar as seguintes características:

a) Faixa de frequência: Verifique se o medidor pode medir vibrações na faixa de frequência relevante para suas aplicações específicas;

b) Precisão: Opte por um medidor que forneça resultados precisos e confiáveis;

c) Capacidade de armazenamento de dados: É importante ter um dispositivo que possa armazenar dados de medição para análises posteriores;

d) Interface e facilidade de uso: Uma interface intuitiva e de fácil navegação torna a operação do medidor mais eficiente;

e) Conectividade: Considere se o medidor pode se conectar a outros dispositivos ou sistemas para facilitar a transferência de dados e análises.

Limitação do Medidor de Vibração Global

Ao procurar um medidor de vibração, é crucial compreender a diferença entre os medidores de vibração global e os coletores Analisadores de dados de vibração.

Embora os medidores de vibração global ofereçam uma visão geral do comportamento vibratório de uma máquina, eles são limitados no diagnóstico de falhas, fornecendo apenas uma medida geral da amplitude de vibração, sem detalhes sobre frequências específicas envolvidas.

Essa limitação decorre do fato de que os medidores de vibração global medem apenas a vibração total em uma faixa de frequência específica, resultando em uma leitura geral da amplitude da vibração. A maioria desses medidores tem capacidade de medição limitada, alcançando no máximo 1 kHz. No entanto, é fundamental destacar que poucas falhas apresentam sintomas nessa faixa de frequência, a menos que estejam em estágios avançados de degradação.

Portanto, depender exclusivamente da vibração global como indicador principal da saúde do equipamento apresenta riscos e limitações, especialmente em problemas de alta frequência. Eis alguns dos principais riscos associados a essa abordagem:

  1. Falhas não detectadas: A vibração global não fornece informações detalhadas sobre as frequências envolvidas, podendo deixar de identificar problemas em frequências mais altas, como falhas em rolamentos de alta velocidade, engrenagens pequenas e partes móveis de alta frequência.
  2. Diagnóstico impreciso: A análise de vibração requer informações detalhadas sobre as frequências envolvidas para um diagnóstico preciso. A vibração global não fornece essas informações, podendo resultar em diagnósticos imprecisos e ações de manutenção inadequadas.
  3. Falta de direcionamento: Ao depender exclusivamente da vibração global, a manutenção pode não ser direcionada aos problemas específicos que requerem atenção imediata, negligenciando problemas críticos em frequências mais altas e resultando em falhas inesperadas e danos mais graves ao equipamento.
  4. Perda de oportunidades de manutenção preditiva: A vibração em frequências mais altas geralmente indica problemas iminentes, permitindo a tomada de ações corretivas antes de uma falha catastrófica. Ao depender apenas da vibração global, oportunidades de manutenção preditiva podem ser perdidas, resultando em maiores custos de reparo e tempo de inatividade não planejado.
  5. Dificuldade na identificação de causas raiz: A vibração global não oferece informações suficientes para identificar as causas raiz dos problemas de vibração. Sem o conhecimento das frequências envolvidas, torna-se difícil determinar se a vibração é causada por desalinhamento, desgaste de rolamentos, desequilíbrio ou outros problemas específicos.

Para uma avaliação mais precisa da saúde do equipamento e detecção precoce de problemas, é altamente recomendável o uso de coletores de dados de vibração que registram espectros de vibração em diferentes frequências. Esses coletores possibilitam uma análise mais detalhada e direcionada, identificando problemas específicos e auxiliando na tomada de ações corretivas adequadas.

Sobreposição-de-Espectros-e-Audição-de-Formas-de-Onda-Análise-Espectral-na-Manutenção-Preditiva

Vantagens do Analisador de Vibração

Os coletores  de dados de vibração apresentam diversas vantagens em relação aos medidores de vibração global:

a) Análise detalhada: Com espectros de vibração registrados, é possível identificar as frequências específicas associadas a problemas como desalinhamento, desgaste de rolamentos ou desequilíbrio;

b) Diagnóstico preciso: A análise dos espectros permite uma detecção mais precisa de falhas incipientes, evitando paradas não programadas e minimizando danos aos equipamentos;

c) Planejamento eficiente da manutenção: Com dados detalhados em mãos, é possível planejar a manutenção de forma mais eficaz, agendando reparos e substituições de componentes com antecedência;

d) Comparação histórica: Os dados armazenados possibilitam a comparação do comportamento vibratório ao longo do tempo, identificando tendências e variações significativas que podem indicar problemas iminentes;

e) Análise remota: Muitos coletores de dados oferecem recursos de conectividade, permitindo a análise remota dos espectros de vibração por especialistas, agilizando o diagnóstico e a tomada de decisões.

Um exemplo notável de coletor de dados de vibração que atende a esses critérios é o EGX, um dispositivo portátil e sem fio capaz de medir e coletar dados de vibração com alta precisão em uma ampla faixa de frequência, incluindo frequências de até 10 kHz. Além disso, ele oferece conectividade com uma plataforma de análise de vibração em nuvem, permitindo o envio e análise remotos dos dados coletados.

Com recursos avançados de análise, esse coletor de dados proporciona uma visão aprofundada das condições vibratórias e auxilia na tomada de decisões de manutenção com base em informações precisas e abrangentes.

Inscreva-se em nossa newsletter.

Fale com um especialista do Pacifco.

Entre em contato por Telefone ou WhatsApp agora!

Caso prefira deixar uma mensagem abaixo, responderemos no máximo em 1 dia útil.